O impacto da fibrilaçao atrial no pós-operatório de revascularizaçao do miocárdio

O impacto da fibrilaçao atrial no pós-operatório de revascularizaçao do miocárdio

Authors

  • Marcelo Luiz Peixoto Sobral
  • Lucas Reatieri Barbieri
  • Glaucio Mauren da Silva Gerônimo
  • Daniel Francisco Trompieri
  • Thierry Araújo de Souza
  • Juan Marcelo Guilbert Rocca
  • Juliano Cavalcante de Sá
  • Anderson da Silva Terrazas
  • Gilmar Geraldo dos Santos
  • Noedir Antônio Groppo Stolf

Keywords:

Fibrilaçao Atrial, Revascularizaçao Miocárdica, Fatores de Risco, Indicador de Morbimortalidade

Abstract

A fibrilaçao atrial no pós-operatório (FAPO) de cirurgia cardíaca aumenta o tempo de permanência na UTI em dois a quatro dias. Também é a principal causa de readmissao hospitalar, com custos adicionais elevados. OBJETIVO: Avaliar a interferência da FA no pós-operatório de pacientes submetidos à cirurgia de revascularizaçao miocárdica (CRM) isolada, sua repercussao no tempo de permanência na UTI e na taxa de reinternaçao. MÉTODO: Estudo longitudinal, de coorte, bidirecional, realizado por meio de levantamento em prontuários de pacientes maiores de 18 anos, submetidos a CRM no período de junho de 2009 a julho de 2010, no Hospital Beneficência Portuguesa, em Sao Paulo. De um total de 3.010 pacientes, foram excluídos 382 que apresentaram FA no pré-operatório ou cirurgias associadas. Os 2.628 incluídos no estudo foram divididos em dois grupos: o grupo I, com 2.302 (87,6%) pacientes que nao apresentaram FAPO, e grupo II, com 326 (12,4%) com FAPO. RESULTADOS: O tempo de internaçao no pós-operatório e no total foi significativamente maior no grupo II, cujos pacientes ficaram em média 16 dias na UTI (p<0,001), oito a mais que os do grupo I. A taxa de reinternaçao tanto em curto quanto em longo prazos também foi maior no grupo II, principalmente nos 30 primeiros dias. CONCLUSAO: A FAPO está associada a aumentos significativos do período de internaçao hospitalar e da frequência de reinternaçao. Neste estudo, ambos os índices foram maiores que os referidos na literatura. O impacto dessa arritmia na evoluçao dos pacientes e nos custos da internaçao estimula a busca constante de medidas preventivas.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

17-10-2013

How to Cite

Sobral, . M. L. P., Barbieri, . L. R., Gerônimo, . G. M. da S., Trompieri, . D. F., Souza, . T. A. de, Rocca, . J. M. G., Sá, . J. C. de, Terrazas, . A. da S., Santos, . G. G. dos, & Stolf, . N. A. G. (2013). O impacto da fibrilaçao atrial no pós-operatório de revascularizaçao do miocárdio: O impacto da fibrilaçao atrial no pós-operatório de revascularizaçao do miocárdio. JOURNAL OF CARDIAC ARRHYTHMIAS, 26(3), 137–143. Retrieved from https://jca.org.br/jca/article/view/2465

Issue

Section

Original Article